Vitória Sobre a Depressão

Versão para cópia
CAPÍTULO 28

Fé Raciocinada e Comportamento

A grandeza da fé raciocinada encontra-se na lógica dos seus postulados, na segurança dos seus conteúdos, na tranquilidade que proporciona ao indivíduo.


Fruto da análise e da razão, é portadora de uma estrutura profunda, caracterizada pela total liberdade em relação às crenças anteriores e às imposições da violência fanática do passado.


Nada obstante, remanescem em muitos indivíduos que a adotam vínculos com a cegueira ancestral que os condicionara a acreditar de uma forma e conduzir-se de outra.


Toda vez, quando alguma vicissitude os surpreende, o hábito da submissão e do medo toma-os, neles impondo comportamentos estranhos e perturbadores.


Enquanto teorizam, apresentam-se fortes e confiantes em relação aos fenômenos existenciais. No entanto, quando convidados ao testemunho que lhes qualifica o estado interior, partem na direção de soluções miraculosas, teimando em não aceitar a ocorrência, como se possuíssem privilégios perante os códigos da vida que os imunizassem para não vivenciar essas situações.


Bloqueiam a lógica e aturdem-se, exatamente quando deveriam estar equipados de compreensão para o enfrentamento dinâmico através do qual superariam a ocorrência e encontrariam estímulos para o prosseguimento feliz na vilegiatura carnal. São muitos, aqueles que, tocados pela necessidade de testemunhar a qualidade da sua fé raciocinada, apresentam-se tristes, como se o sofrimento fosse elaborado exclusivamente para os outros, olvidados de que também eles são os outros para outros observadores… Abandonam posturas de aparente equilíbrio, desanimando e elucidando que se sentem esquecidos pelos Guias espirituais, que teriam a função de os acolher, nessa hora, evitando que experimentassem o cadinho purificador do exemplo.


Não havendo o amadurecimento psicológico necessário à sabedoria, permanecem na condição de crianças malcriadas, que se irritam com as ocorrências de pequena monta, entregando-se ao desespero, em vez de assumirem a responsabilidade das realizações libertadoras.


Em realidade, esses indivíduos não lograram penetrar na lógica, por exemplo, do Espiritismo, que não dispõe do recurso milagroso para gerar eleitos em detrimento dos demais, nos diversos grupos sociais. A sua função é a de iluminar a consciência para melhor entender os objetivos essenciais da existência e, compreendendo a lei de causa e efeito, comportar-se de maneira que novas sementeiras proporcionem futuras colheitas melhores do que as que ora se apresentam no seu caminho.


O Espiritismo é uma doutrina que tem por meta primordial a introjeção dos seus postulados no íntimo do ser humano, de forma que constituam roteiro de segurança para os momentos tempestuosos da existência corporal.


* * *

Encontrarás estudiosos da fé raciocinada, que facilmente se deslumbram com os seus conteúdos, mas interiormente se acreditam merecedores de benefícios especiais que os prédisponham a uma jornada sem qualquer tipo de tribulação ou de dificuldade.


Serás solicitado a explicar muitas vezes, por que determinados acontecimentos dolorosos tiveram lugar no caminho das pessoas dedicadas, quando outras, até mesmo perversas, não os experimentam.


Defrontarás pessoas aparentemente esclarecidas que te inquirirão a respeito do infortúnio que as abraça, quando desejam mais servir, ou por que se sentem interrompidas nas realizações edificantes a que se afervoram.


…Não compreenderam ainda que as Leis Divinas são as mesmas para todos, embora a sua interpretação varie de acordo com o grau de entendimento racional e emocional de cada um.


Caso houvessem compreendido os ensinamentos exarados na Codificação kardequiana e estariam equipados de valores para as formosas lutas a que todos os Espíritos são submetidos durante o processo de evolução, olvidando-se que privilégio é herança macabra do personalismo arbitrário que se elege como seu credor em detrimento do esforço de autoiluminação.


Quando o comportamento não corresponde às convicções que são esposadas, vive-se uma farsa que decorre do jogo vaidoso da personalidade que se exibe, olvidada do ser profundo que se é, sem a conveniente estrutura de coragem e de valor moral.


Conscientiza-te de que, pelo fato de possuíres a fé espírita que deves divulgar por toda parte, não te encontras imune aos fenômenos do sofrimento que imprimem qualidade e profundidade à tua convicção.


Ela é o facho que brilha na tua noite escura, o porto que te abriga no momento da tempestade, a barca de condução pelo mar tumultuado, a bússola a indicar-te o roteiro a seguir.


Tendo-a mantida com o combustível dos sentimentos enobrecidos, avançarás sem detença por caminhos difíceis e vencerás batalhas internas que o mundo desconhece, mas que são de grande importância na agenda dos teus compromissos espirituais.


Associa, portanto, fé e ação, nunca te distanciando da lógica nem da razão, tampouco esperando concessões especiais como efeito da tua adesão aos postulados libertadores da filosofia espírita.


Mede-se a grandeza de um ideal pelas resistências que proporciona àqueles que o abraçam.


Se faculta coragem e abnegação com resistência para os enfrentamentos é digno e nobre. No entanto, se, no momento apropriado não oferece as forças indispensáveis à permanência na frente de batalha, pode lembrar formosas e raras orquídeas que, para manterem a beleza, nutrem-se, parasitas de outras expressões vivas…
* * *

Na vida estoica de mulheres e de homens idealistas, a sua dedicação total e firme tem sido defluente da decisão racional por haverem elegido o que lhes era de melhor, estimulando-os a manter-se resistentes em relação ao mal, suportando o fardo das aflições com coragem invejável e com imensa alegria.


Nunca te permitas abater pela tristeza quando convidado à demonstração da excelência da tua fé racional. Antes, pelo contrário, exulta, porque confirmas que somente te acontece aquilo que é de melhor para o teu desenvolvimento ético-moral, fazendo de ti um exemplo de dedicação, neste mundo rico de teorias e pobre de dignificação.




Acima, está sendo listado apenas o item do capítulo 28.
Para visualizar o capítulo 28 completo, clique no botão abaixo:

Ver 28 Capítulo Completo
Este texto está incorreto?