Dimensões da Verdade

Versão para cópia
CAPÍTULO 31

ESTÍMULO

Estímulo é para o homem o que o sol representa para a vida vegetativa: vitalidade.


Sem o estímulo nobre, entibiam-se muitas construções do amor, que fenecem ao abandono e à desolação.


A máquina respeitável que, por qualquer deficiência, deixa de funcionar, não carece de relegada ao desprezo, mas necessita reparo.


A terra cansada de produzir não reclama maldição; solicita, porém, adubação e assistência.


O charco malsinado não se melhora a golpes de imprecações; no entanto, se renova com os recursos da drenagem.


O equivocado se retifica sob o amparo da boa diretriz e se torna sandeu(10) quando ferido pela inclemência geral.


Quem opera no bem mais produz, se estimulado.


Ninguém dispensa essa valiosa contribuição.


Verbetes gentis de incentivo são como gotas de saúde.


O Apóstolo Paulo já preceituava, conforme o versículo 10, do Capítulo 5, na Epístola aos Efésios (Ef 10:5) a "aprovação de tudo quanto é agradável a Deus".


Utiliza os valiosos recursos da tua lucidez para doar estímulos.


Nem a palavra vazia do elogio facilmente recusável, nem tampouco o silêncio gelado que pode significar descaso.


Sorri ao mendigo e ele se considerará teu irmão.


Aquiesce aplicar um minuto numa palestra edificante e transformarás antagonistas em companheiros.


Vasculha um coração endurecido com a claridade do amor e descobrirás ângulos do seu caráter credores de consideração.


Aguça a percepção para estimular e encontrarás ensanchas de servir.


Estímulo é também auxílio.


Aqueles que se equivocaram nas questões da moral ou se comprazem na criminalidade por ignorância ou insensatez estão informados pela consciência quanto à própria necessidade.


Não os atormentes mais.


Convida-os com eficiente apelo, estimulando-os ao avanço e muitos te seguirão em pós...


Há corações que depois da queda se acreditam insolváveis em relação aos demais.


Muitos dos caídos temem a recepção que os aguarda se intentarem retroceder...


Seja a tua boca a que esparze esperança para eles.


Observa, também, os que trabalham, se esforçam, lutam e sofrem.


Esperam de ti, no labor a que se afervoram, algo mais que indiferença ou trovejante ovação. Dá-lhes o estímulo que expresse dignificação deles no teu coração.


* * *

Num dos Evangelhos apócrifos, foi anotado que Jesus, deambulando com os discípulos pelos risonhos caminhos da Galileia, defrontou-se com um cão morto, em adiantado estado de decomposição. Enquanto os amigos se afastavam com asco do repasto dos abutres, Ele se acercou do cadáver e fez o seguinte apontamento: "Que alvos e belos dentes tinha este cão"!...


Estímulos mantêm o corpo, estímulos dinamizam e Revigoram o espírito.


No monturo medram flores e na charneca pipilam aves felizes.


Em toda parte sempre há algo de positivo e belo para quem tem olhos...


Se mourejas no bem e desejas fazer mais benefícios, oferece gotas de estímulo reconfortante, e um halo de simpatia seguirá contigo, envolvendo-te numa delicada e nobre vibração emanada daqueles a quem estimulaste, ajudando-os no momento azado ou dos que se recuperaram quando se acreditavam perdidos e foram socorridos por tua diligência gentil.


(10) Nota digital: sandeu adjetivo pej. - Caracterizado por sandice, que envolve ou consiste em sandice. Que diz ou pratica tolices; que é tolo, pateta.




Acima, está sendo listado apenas o item do capítulo 31.
Para visualizar o capítulo 31 completo, clique no botão abaixo:

Ver 31 Capítulo Completo
Este texto está incorreto?