Diretrizes de Segurança

Versão para cópia
CAPÍTULO 30

O que é um grupo mediúnico e qual o número adequado de pessoas que deve constituí-lo?

Divaldo - Entendemos por grupo mediúnico a associação de pessoas que têm conhecimento da Doutrina Espírita e que pretendem dedicar-se ao estudo da fenomenologia medianímica e, simultaneamente, praticar a excelente lição do próprio Espiritismo, que é a caridade.


O número de pessoas oscila de acordo com as possibilidades dos que dirigem o grupo. Ideal é que este seja constituído de elementos, como diz Allan Kardec1, simpáticos entre si, que persigam objetivos superiores, que desejem instruir-se e que estejam dispostos ao ministério do serviço contínuo; entretanto, merece considerar que todo grupo de experiências mediúnicas fundamentado num número excessivo de membros está relativamente fadado ao fracasso. Os espíritos prescrevem um número em torno de 15 (quinze), no máximo 20 (vinte), ou não inferior a 6 (seis), para que haja a equipe dos que funcionarão na mediunidade, propriamente chamada, bem como a equipe dos que atenderão no socorro dos passes e através da mediunidade de doutrinação, e, ao mesmo tempo, o grupo dos que poderão atender como assessores para qualquer outra cooperação necessária.


—1 KARDEC, Allan. O livro dos médiuns, capítulo 29o, item 331, 53a edição, FEB, Brasilia-DF, 1986.




Acima, está sendo listado apenas o item do capítulo 30.
Para visualizar o capítulo 30 completo, clique no botão abaixo:

Ver 30 Capítulo Completo
Este texto está incorreto?