Evangelho por Emmanuel, O – Comentários às Cartas Universais e ao Apocalipse

Versão para cópia
Capítulo LXVII

De mãos no bem

“Honrai a todos. Amai a Fraternidade.” — (1Pe 2:17)


Sabemos que o Cristo espera por nós, acima de tudo, ao lado de nossos irmãos na Terra.

Onde surgem dificuldades e provas, ei-lo aí aguardando-nos a intervenção para que o concurso fraterno se faça sentir de pronto.

Muitas vezes porém, diante do companheiro teimoso e rude, exclamamos, desalentados: — “já fiz tudo”, “agora não posso mais…”

Entretanto Jesus não age para conosco em semelhantes limitações.

Todos os dias somos amparados com segurança e tolerados com largueza.

Estejamos, pois, dispostos a ofertar mãos cheias de trabalho no templo do amor fraterno.

Cada momento é o ensejo de ajudar aos nossos irmãos de luta, por amor ao Mestre que nos sustenta.

Decerto não somos convidados a favorecer os abusos que nos visitam em forma de apelos à caridade, mas, ainda aí, podemos auxiliar, com o silêncio e com a prece, as vítimas da delinquência para que se desvencilhem das trevas em que se afligem, encorajando-as com o nosso testemunho de paciência e boa vontade.

Permaneçamos, assim, de almas voltadas para o bem positivo e incessante.

Em nos levantando, cada dia, reparemos as dores e as inquietações que nos cercam e ofereçamos mãos cheias de serviço ao Senhor, na pessoa dos outros, guardando a certeza de que, assim procedendo, recolheremos dos outros o socorro espontâneo às nossas necessidades.




Emmanuel
Francisco Cândido Xavier


Acima, está sendo listado apenas o item do capítulo 67.
Para visualizar o capítulo 67 completo, clique no botão abaixo:

Ver 67 Capítulo Completo
Este texto está incorreto?

Veja mais em...

I Pedro 2:17

Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai o rei.

1pe 2:17
Detalhes