Parábolas e Ensinos de Jesus

Versão para cópia
CAPÍTULO 24

PARÁBOLA DA FIGUEIRA EM VEGETAÇÃO

“Aprendei esta parábola tirada da figueira: quando os seus ramos já se acham tenros e brotam as folhas, sabeis que está próximo o Verão; assim também vós, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele (O Filho do Homem) está próximo às portas.


(Mateus 24:32-34Marcos 12:28-30Lucas 21:29-32.)


A figueira era, na Palestina, uma das árvores de mais valor. Ao lado do trigo, da cevada, do centeio, da azeitona, da amêndoa, do bálsamo e da mirra, o figo constituía um dos produtos mais importantes. Esta árvore, quando não é de ano inteiro, ao aproximar-se o Verão os brotos de suas folhas começam a aparecer, caracterizando assim a mudança de estação.


Para bem assinalar o período da transformação do mundo, que precederia à sua vinda, Jesus comparou-o ao período intermediário entre a Primavera e o Verão, cujos sinais são descritos no capitulo XXIV do Evangelho de Mateus, assim como a entrada do Verão é assinalada pelos brotos da figueira.


E esse Sermão Profético se tem cumprido em toda a linha!


A começar pela derrocada dos templos, o mundo tem passado por todas as tribulações — peste, fome, guerras, terremotos, maremotos; dores e sofrimentos de toda a sorte!


Estes brotos de folhas da “figueira mundo", depois de transformados em bastas folhagens e em deliciosos figos, servirão para o preparo da Humanidade, a fim de, mais apta, receber as instruções do Cristo, não exteriormente, mas em espírito e verdade, gravando em sua alma esses talentos com que resgatará o seu passado e conquistará o seu futuro!


Esta Parábola da Figueira é, pois, uma exortação à vigilância e à observância dos sinais dos tempos, porque o Filho do Homem virá em momento em que ninguém o espera!


No capítulo Sinais dos Tempos, o leitor se inteirará melhor do significado desta Parábola.




Acima, está sendo listado apenas o item do capítulo 24.
Para visualizar o capítulo 24 completo, clique no botão abaixo:

Ver 24 Capítulo Completo
Este texto está incorreto?

Veja mais em...

Mateus 24:32

Aprendei pois esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão.

mt 24:32
Detalhes

Lucas 11:6

Pois que um amigo meu chegou a minha casa, vindo de caminho, e não tenho que apresentar-lhe;

lc 11:6
Detalhes

Lucas 11:7

Se ele, respondendo de dentro, disser: Não me importunes; já está a porta fechada, e os meus filhos estão comigo na cama: não posso levantar-me para tos dar;

lc 11:7
Detalhes

Lucas 11:8

Digo-vos que, ainda que se não levante a dar-lhos, por ser seu amigo, levantar-se-á, todavia, por causa da sua importunação, e lhe dará tudo o que houver mister.

lc 11:8
Detalhes

Lucas 11:9

E eu vos digo a vós: Pedi e dar-se-vos-á: buscai, e achareis: batei, e abrir-se-vos-á;

lc 11:9
Detalhes

Lucas 11:10

Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á.

lc 11:10
Detalhes

Lucas 11:11

E qual o pai dentre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente?

lc 11:11
Detalhes

Lucas 11:12

Ou também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião?

lc 11:12
Detalhes

Lucas 11:13

Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?

lc 11:13
Detalhes

Lucas 21:29

E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores;

lc 21:29
Detalhes

Marcos 12:28

Aproximou-se dele um dos escribas que os tinha ouvido disputar, e sabendo que lhes tinha respondido bem, perguntou-lhe: Qual é o primeiro de todos os mandamentos?

mc 12:28
Detalhes