O Evangelho Segundo o Espiritismo

Versão para cópia
CAPÍTULO XXVII

PEDI E OBTEREIS

Felicidade que a prece proporciona
• Item 23 •
Vinde, vós que desejais crer. Os Espíritos celestes acorrem a vos anunciar grandes coisas. Deus, meus filhos, abre os seus tesouros, para vos outorgar todos os beneficios. Homens incrédulos! Se soubésseis quão grande bem faz a fé ao coração e como induz a alma ao arrependimento e à prece! A prece! ah! como são tocantes as palavras que saem da boca daquele que ora! A prece é o orvalho divino que aplaca o calor excessivo das paixões. Filha primogênita da fé, ela nos encaminha para a senda que conduz a Deus. No recolhimento e na solidão, estais com Deus. Para vós, já não há mistérios; eles se vos desvendam. Apóstolos do pensamento, é para vós a vida. Vossa alma se desprende da matéria e rola por esses mundos infinitos e etéreos, que os pobres humanos desconhecem.
Avançai, avançai pelas veredas da prece e ouvireis as vozes dos anjos. Que harmonia! Já não são o ruído confuso e os sons estrídulos da Terra; são as liras dos arcanjos; são as vozes brandas e suaves dos serafins, mais delicadas do que as brisas matinais, quando brincam na folhagem dos vossos bosques. Por entre que delícias não caminhareis! A vossa linguagem não poderá exprimir essa ventura, tão rápida entra ela por todos os vossos poros, tão vivo e refrigerante é o manancial em que, orando, se bebe. Dulçurosas vozes, inebriantes perfumes, que a alma ouve e aspira, quando se lança a essas esferas desconhecidas e habitadas pela prece! Sem mescla de desejos carnais, são divinas todas as aspirações. Também vós, orai como o Cristo, levando a sua cruz ao Gólgota, ao Calvário. Carregai a vossa cruz e sentireis as doces emoções que lhe perpassavam nalma, se bem que vergado ao peso de um madeiro infamante. Ele ia morrer, mas para viver a vida celestial na morada de seu Pai. Santo Agostinho. (Paris, 1861)


Acima, está sendo listado apenas o item 23 do capítulo 27.
Para visualizar o capítulo 27 completo, clique no botão abaixo:

Ver 27 Capítulo Completo
Este texto está incorreto?

Veja mais em...

Mateus 6:5

E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.

mt 6:5
Detalhes

Mateus 6:6

Mas tu, quando orares, entra no teu aposento, e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em oculto; e teu Pai, que vê secretamente, te recompensará.

mt 6:6
Detalhes

Mateus 6:7

E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.

mt 6:7
Detalhes

Mateus 6:8

Não vos assemelheis pois a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.

mt 6:8
Detalhes

Marcos 11:24

Por isso vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis, e tê-lo-eis;

mc 11:24
Detalhes

Marcos 11:25

E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas;

mc 11:25
Detalhes

Marcos 11:26

Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas.

mc 11:26
Detalhes

Lucas 18:9

E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros:

lc 18:9
Detalhes

Lucas 18:10

Dois homens subiram ao templo, a orar; um fariseu, e o outro publicano.

lc 18:10
Detalhes

Lucas 18:11

O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou, porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano.

lc 18:11
Detalhes

Lucas 18:12

Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo.

lc 18:12
Detalhes

Lucas 18:13

O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador!

lc 18:13
Detalhes

Lucas 18:14

Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.

lc 18:14
Detalhes

I Coríntios 14:11

Mas, se eu ignorar o sentido da voz, serei bárbaro para aquele a quem falo, e o que fala será bárbaro para mim.

1co 14:11
Detalhes

I Coríntios 14:14

Porque, se eu orar em língua estranha, o meu espírito ora bem, mas o meu entendimento fica sem fruto.

1co 14:14
Detalhes

I Coríntios 14:16

Doutra maneira, se tu bendisseres com o espírito, como dirá o que ocupa o lugar de indouto, o Amém, sobre a tua ação de graças, visto que não sabe o que dizes?

1co 14:16
Detalhes

I Coríntios 14:17

Porque realmente tu dás bem as graças, mas o outro não é edificado.

1co 14:17
Detalhes